Antes de içar a lâmina, o algoz suplica ao condenado: "Você me perdoa?"

I want you for U.S. Army

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Fiódor Dostoiévski na Casa do Saber


Meus amigos,


Gostaria de convidar a todos para a aula aberta que vou ministrar na Casa do Saber a respeito de


Dostoiévski e o niilismo da modernidade
Link para a aula aberta no site da Casa do Saber:

 
Data: 10 de novembro (sábado);

Horário: das 11h às 13h;

Local: Casa do Saber; rua Dr. Mário Ferraz, 414, Jardim Paulistano;

Clique sobre o mapa para ampliá-lo

Inscrições e informações: 3707-8900; as inscrições são feitas gratuitamente por telefone; vagas limitadas.

A aula aberta é gratuita e destinada a apresentar um novo professor ao público da Casa do Saber e, para os novos alunos, é também uma oportunidade de ter contato com o ambiente e a dinâmica das aulas. O tema, geralmente panorâmico, serve como uma porta de entrada para assuntos a serem aprofundados em um futuro curso ministrado pelo professor da aula aberta.

Sinopse da aula aberta:

No encontro, Fiódor Dostoiévski (1821-1881) serve como guia para a compreensão do nada como princípio (anti)ético normativo a partir do homem do subsolo, encarnação do niilismo e anti-herói em Memórias do Subsolo (1864), e do duplo homicida Raskólnikov, protagonista de Crime e Castigo (1866). O objetivo é estabelecer uma genealogia do relativismo ético desde o século 19 até seus desdobramentos pelas contraditórias esferas existenciais do século 20. A partir do princípio de escatologia criativa de Dostoiévski, por meio do qual o escritor levava às últimas consequências ideias que, em sua época, apenas germinavam, será visto como as personagens em questão prenunciaram as tétricas rupturas éticas que só deixariam de respirar entre os escombros dos campos de concentração nazistas.

Sobre o professor:

Flávio Ricardo Vassoler. Mestre e doutorando em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Faculdade de Letras da USP e escritor. Seu primeiro livro, O Evangelho segundo Talião (Editora nVersos), encontra-se no prelo. Periodicamente, atualiza o Subsolo das Memórias, www.subsolodasmemorias.blogspot.com, página em que posta fragmentos de seus trabalhos literários e fotonarrativas de suas viagens pelo mundo.

Conto com a presença de todos vocês!

17 comentários:

  1. Êba!
    Parabéns cara! Já postei a mensagem no livro das faces e convidei meus amigos.
    E estou aguardando ansioso o seu livro.
    Parece que o meu contato na nVersos também está indo bem. O editor-chefe gostou do meu projeto. Semana que vem teremos novidades.
    Depois da palestra rola a já secular cervejinha? (rsrsrs)
    Abração
    Marcelo

    ResponderExcluir
  2. Fala, Marcelo!

    Poxa, legal contar com a sua presença por lá, velho! Vamos agitar uma breja, sim, claro, muito obrigado pela força!

    Que bom que o trabalho com a nVersos está indo de vento em popa, logo teremos um novo livro à tona, então :-)

    "O Evangelho segundo Talião" será lançado em março, velho. Essa semana estive na nVersos duas vezes para conversar com os designers sobre o miolo do livro. Falta pouco para fecharmos a capa.

    Então nos veremos no dia 10 próximo, Marcelo, lá na Casa do Saber.

    Grande abraço,

    Flávio Ricardo

    P.S.: Tua Lusa parece que não cai este ano. Agora é secar o Parmerinha ;-)

    ResponderExcluir
  3. Flávio, que ótima notícia!!!! Fiquei super feliz ao ler o convite. Vou fazer de tudo para poder estar em São Paulo no dia 10/11!!!!
    Não tenho dúvida de que vai ser uma aula sensacional! Depois que te conhecerem, não vão mais para de te convidar!!!
    Um grande abraço,
    Célia

    ResponderExcluir
  4. Oi, Célia! Tudo bom?

    Muito legal, né? Muito obrigado pela força! Espero que você possa estar lá no dia 10.

    Lembra quando eu dava aula pra você e pro Dmitrão e vocês me diziam que esse caminho de cursos seria um bom filão pra eu seguir. (Isso já há 6 anos, caramba...) À época, a gente tava fazendo aquela discussão entre James Joyce e Picasso - quem sabe num futuro eu não retomo vários dos temas daquelas nossas aulas que, de fato, foram um enorme aprendizado pra mim como professor. Foi ali que descobri o ímpeto para as aulas, Célia, em diálogo com vocês dois.

    Um grande abraço, manda um abração pro Dmitri,

    Flávio Ricardo

    ResponderExcluir
  5. Oi, Flávio, tudo bem?

    Que excelente notícia! Muito bacana essa oportunidade.

    Faço um curso aos sábados pela manhã. Vou divulgar para amigos sua aula.

    Beijos,
    Talita

    ResponderExcluir
  6. Flávio Ricardo,
    Parabéns.
    Farei o possível para estar presente.
    Aos sábados dou aula de pós-graduação na Anhembi Morumbi.
    Dostoiévski ganhou para mim outra dimensão com os estudos de Bakhtin.
    Abraço fraterno,
    Raquel Naveira
    PS: Estou conduzindo rodas de leitura de poetas portugueses no Clube Português (r. Turiassu, 59/Perdizes, 19h30min). Nesta quinta-feira, dia 25, será a vez de Cesário Verde. Se puder comparecer e divulgar entre amigos, ficaria feliz.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Raquel! Tudo bom?

    De fato, os estudos dostoievskianos ganharam outro sentido a partir da criação bakhtiniana. Já há alguns anos, o mote das minhas pesquisas sobre Dostoiévski tem sido o "diálogo" - para usarmos uma expressão cara a Bakhtin - entre a polifonia e a dialética materialista - a boa e velha Teoria Crítica. Que bom que você tem se enveredado por esse caminho, Raquel.

    Espero que você possa ir à aula aberta, então. Se puder ir, é preciso fazer a inscrição por telefone previamente.

    Vou divulgar os estudos portugueses, sim, que ótimo!

    Um abraço,

    Flávio Ricardo

    ResponderExcluir
  8. amorrr, adoraria ir, mas dou aula!!!!

    ResponderExcluir
  9. Estarei lá, Flavião. Inscrição já feita!

    ResponderExcluir
  10. Maria Isabel Monizsábado, 27 outubro, 2012

    Que chique, Flávio!

    Parabéns e muito sucesso!

    Ab.

    Isabel.

    ResponderExcluir
  11. Impossível comparecer, mas, gostaria muito de aí estar no dia 27 para usufruir dessa aula sobre Dostoiévski que promete ser bastante elucidativa.

    Grata pelo convite.

    Carolina Ramos

    ResponderExcluir
  12. Camilla Carnevaledomingo, 28 outubro, 2012

    Duas boas notícias, Flávio, sucesso! Tanto com o(s) curso(s) quanto com o(s) livro(s).

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Obrigada pelo convite. Fiquei interessada mas, infelizmente, não posso ir, trabalho o dia todo.
    Parabéns pela sua carreira, o caminho me parece muito prazeroso.

    Até
    Michelle

    ResponderExcluir
  14. Bom dia, Flávio, tudo bem ?

    Vou fazer o possível para participar da sua aula. Obrigada por continuar me mandando e-mails, adoro seu blog.

    Um grande Beijo.

    Daniela

    ResponderExcluir
  15. Olá Flavio, tudo bem?

    Gostei da proposta da aula e sempre me interessei por literatura, porém sei muito pouco sobre Dostoiévski. Gostaria de fazer leitura sobre os textos e livros deste e queria um roteiro para começar. Você pode me orientar?

    Atenciosamente,

    Andréa Bertarello

    ResponderExcluir
  16. Olá, Andréa, tudo bom?

    Dostoiévski é um autor fascinante que possui, verdadeiramente, um universo de estudos a respeito de sua literatura.

    De qualquer forma, o estudo que, a meu ver, embasa de maneira mais global - mas nem por isso superficial - todo o campo literário da Rússia oitocentista, no qual Dostoiévski se inseria, são os 5 tomos de Joseph Frank publicados pela editora Edusp.

    Frank, professor e crítico literário norte-americano, traça toda uma genealogia das influências e desdobramentos do campo literário russo desde os primórdios de Gógol e Púchkin, grandes precursores de Dostoiévski, até o início do último quartel do século XIX, quando o escritor veio a falecer (1881).

    Na aula aberta que ministrarei na Casa do Saber, focalizarei a discussão em duas obras seminais para a discussão que Dostoiévski estabelece em relação ao relativismo ético: "Memórias do Subsolo" (1864) e "Crime e Castigo" (1866). Tais obras foram analisadas por Frank no terceiro tomo da biografia. Sendo assim, se você quiser se embasar especificamente em relação às obras, creio que a leitura das análises de Frank seria bem interessante. Se, por outro lado, você tiver tempo e fôlego para percorrer os dois volumes anteriores, eu recomendaria de forma veemente :-)

    Aqui no Brasil, há também estudos interessantes sobre Dostoiévski. Luiz Felipe Pondé escreveu um livro que analisa Dostoiévski sob o prisma da filosofia da religião. "Crítica e Profecia: A filosofia da religião em Dostoiévski". O livro foi primeiramente publicado pela editora 34. Creio que ele está esgotado, mas talvez você o encontre em sebos. Para uma visão antípoda em relação a Pondé, você pode buscar o livro de Boris Schnaiderman: "Dostoiévski: Prosa e Poesia". (Se não me engano, o livro de Schnaiderman foi publicado pela editora Perspectiva.)

    Em 2010, concedi uma entrevista ao programa "Autores & Obras", da TV São Marcos, que foi ao ar pelo Canal Universitário. Aqui está o link para você assistir à entrevista: http://subsolodasmemorias.blogspot.com.br/2010/12/dostoievski-no-canal-universitario-de.html.

    Espero encontrar você na aula do dia 10 de novembro, Andréa. Lembre-se de que é preciso fazer a inscrição gratuitamente por telefone para garantir a sua vaga. Todas as informações estão na postagem.

    Um abraço, fico contente pelo seu interesse,

    Flávio Ricardo

    ResponderExcluir
  17. Maria Cristina Longobardisegunda-feira, 29 outubro, 2012

    Valeu, Professor!
    Aluna: Maria Cristina - 29/10/2012

    ResponderExcluir