Antes de içar a lâmina, o algoz suplica ao condenado: "Você me perdoa?"

I want you for U.S. Army

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

London Calling

Meus amigos,

Que tal percorrermos a city que (1) aceitou hospedar - e monitorar - o imberbe Karl Marx durante suas últimas décadas de vida e que (2), recentemente, ratificou um convênio ecumênico envolvendo a Scotland Yard, o FBI, o Mossad, a KGB e a Gestapo para a otimização das modernas técnicas de interrogatório?

Pergunta: Quem foi o voluntário expiatório para os testes das modernas técnicas de interrogatório após a ratificação do convênio ecumênico envolvendo a Gestapo, a KGB, o Mossad, o FBI e a Scotland Yard?

Resposta: Jean Charles de Menezes.

Que as fotografias possam se esgueirar pela city rasgada pelo rio Tâmisa para que o subsolo inglês venha à tona.

Vamos para Londres.

London Calling


No metrô londrino: Ser ou não ser? Eis a questão (que já não se coloca)
("Hoje parece vigorar o ou - ou, mas como se o pior já houvesse sido escolhido")


Karl Marx caminhava à beira do Tâmisa


Se bem me lembro, este quadro muito me chamou a atenção porque o pintor teria retratado a angústia do magistrado ao ter que tomar decisões que coagiriam as pessoas a mudarem completamente suas vidas. Quando hoje revejo este quadro e penso sobre a nossa época, fico pensando sobre como poderia ser a reedição do quadro? Como lê-lo?
A Visa parece querer patrocinar o projeto, "porque a vida é agora"


"Papai, papai, eu também consigo pintar um quadro como o Picasso, mamãe!"


Se o pênis pudesse expressar sua indignação em face da camisinha, creio que esta fotografia faria as vezes de testamento


Vamos?


Quando Edgar Allan Poe decidir reencanar, estou certo de que esta será a casa de sua predileção


Picasso convida os freqüentadores contumazes da ANTIGA Rua Augusta para nos deslocarmos até Avignon


Após exaustivos debates que fizeram a ode ao lema LSD (Louvado seja Deus), os artistas acima elencados chegam a um consenso sobre a nova cartilha para o MOBRAL - Movimento Brasileiro de Alfabetização. Aula 1: Prefácio à "Crítica da Razão Pura", de Emanuel Kant; aula 2: "A dialética do senhor e do escravo", presente na "Fenomenologia do Espírito", de Jorge Guilherme Frederico Hegel; aula 3: capítulo 1, "A mercadoria", presente no primeiro volume de "O Capital", de Carlos Marques


Estilhaços


Porque o desejo é sinuoso


Porque a arte é tátil (ao menos quando a imaginação nos pode intumescer)


A fotografia torna a História sincrônica


Não, meus amigos, não tentemos reeditar o Mar Vermelho: a história só se repete como farsa


Shakespeare diria: ser e permanecer, eis a minha resposta


O misógino São Paulo não merecia tamanha homenagem


A fotografia torna a História sincrônica


E se tal moda priápica chegar a São Paulo?


Henrique VIII diz a Deus: se você pôde inundar todos os seus filhos, por que eu não posso fundar minha igreja? Assim seja.


Assim seria o cartaz medieval do "Encouraçado Potemkim"


A César o que é de César...


... a Deus o que é de Deus


Orgias palacianas


Quando formos a Versalhes, veremos que os franceses têm razão em considerarem os ingleses (1) austeros e (2) frígidos


A fotografia torna a História sincrônica


Vamos?


Memórias do Subsolo


Subsolo das Memórias


De fato, nós evoluímos: antes haveria aqui um archote trêmulo, hoje o contribuinte paga pela luz de sódio sempiterna


Sempre desconfiei de que as alturas de Deus precisassem do abraço das muralhas


Vamos?


Vamos


De fato, nós evoluímos: hoje, a austeridade dos gastos públicos veta a suntuosidade arquitetônica
Afinal de contas, por que haveríamos de querer o belo, não é mesmo?


Alegria justaposta


O reverso do sorriso


Atesto para os devidos fins que a porta estava trancada


Homenagem do Museu da Segunda Guerra ao herói Jean Charles de Menezes, assassinado covardemente por membros da Gestapo inglesa


ABC do Dia D


A fotografia torna sincrônica a tragédia
"D-Day tomorrow. Everybody quite excited"


I want YOU for U.S. Army


A rainha irá se alistar? E quanto ao rei que se esgueira sob a coroa?


Algo de novo no front


Há rumores de que Leni Riefenstahl tenciona filmar a versão nazista do
"Encouraçado Potemkim"


A História tem lá a sua astúcia, ainda que a Justiça esteja de olhos vendados


E não é que os ingleses ainda conseguem rir em meio à Blitzkrieg!


E ainda há espaço para a rima


Self made man em tempos de guerra


STÁLIN: Camarada Churchill, é um mero detalhe o fato de o senhor propor a Roosevelt que as tropas anglo-saxãs só devem parar sua marcha sobre Moscou, claro.
Que seria de nossa amizade sem Hitler, não é mesmo?


Metástase


Máscara mortuária do Duce, também conhecido como Benito Mussolini


A História tem lá sua astúcia, ainda que a Justiça tenha os olhos vendados


Se queres paz, prepara-te para a guerra


119 mil japoneses pulverizados num átimo quando este torpedinho beijar o chão de Hiroshima


Um dos mentores de Fiódor Dostoiévski


A imaginação sempre o perseguiu, Dickens


Charles


Dickens


Imaginário tátil


Vamos?


Espólio de guerra


De Atenas para Londres (No hard feelings, gentlemen, please, we'll give it back to you as soon as you show us the slightest possibility of taking care of your own History, ok?)


Os primórdios da eugenia


"Se ao menos eu pudesse flertar com as milhares de beldades que diariamente me tocam..."


Baco convida


Dionísio é o anfitrião


Centauro, meu caro, por que é que você trouxe tua esposa pra minha festa, me diga?


Sempre admirei Sócrates, sobretudo quando ele duvidava de si mesmo
Afirmo ser aquele que tudo nega


Escalada a nova seleção brasileira:
Sócrates (Corinthians), Heródoto (Santos), Parmênides (São Paulo) e Péricles (Palmeiras);
este estoriador do subsolo (Corinthians) e os cariocas Felipe e Stoyan (Botafogo);
Vitinho (São Paulo) e Teixeirinha (Portuguesa)


A corrida deveria ser mais barata, shouldn't it, gentlemen?


A abóbada e o dedo em riste para o céu


Sempre há um sétimo dia sob o sol


Penumbra


God save the Queen:
"A César o que é de César, e a mim o que é de Deus"